A vida começa aos 40! Estamos vivendo mais 18/11/2017




Quem nunca ouviu essa frase? De fato, as pesquisas demonstram aumento significativo na expectativa de vida dos brasileiros

 

Estamos vivendo mais. Mas para viver melhor, é preciso alguns cuidados, especialmente em relação à produção de hormônios.

Responsáveis por regular várias funções no organismo, os hormônios são fundamentais para o bom funcionamento do corpo humano. A partir dos 30 anos de idade, porém, a produção dessas substâncias começa a sofrer alterações. O envelhecimento está associado a importantes mudanças na composição corporal. Entre os 30 e os 75 anos ocorre um aumento de 100% na massa gordurosa com aumento da gordura central, uma queda entre 20 e 50% na massa muscular e de 20% na massa óssea. A causa dessas alterações seria a deficiência na produção de hormônios que ocorre à medida que envelhecemos.

O médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann explica que a terceira idade é considerada um período crítico para a produção hormonal. “Nos idosos há uma tendência ao aumento ou à redução de determinados hormônios que circulam no sangue, o que pode levar a vários problemas de saúde, desde hipertensão arterial, diabetes até alterações no sono.”

 As alterações hormonais também impactam na produção de proteínas, massa muscular e tem relação direta com a osteoporose. O médico esclarece que o pico de massa óssea se dá na terceira década de vida para a maioria das pessoas. “A partir de então a densidade mineral óssea começa a cair progressivamente. Mulheres na pós-menopausa perdem entre 0,5% e 1,5% da massa óssea ao ano e precisam de atenção e cuidados mais intensivos”.

A razão para a saúde dos ossos preocupar especialmente as mulheres é que os hormônios femininos são importantes para fixar o cálcio e a falta desse mineral acaba enfraquecendo os ossos.  A partir dos 40 anos, porém, a produção hormonal começa a ser reduzida, causando impactos nos ciclos menstruais, massa muscular e densidade óssea.

 Entretanto, os homens também devem estar atentos. A queda nos níveis de testosterona que ocorre a partir dos 40 anos pode acarretar vários problemas, como diminuição do peso, redução da massa muscular perda de memória, insônia, impotência sexual e câncer de próstata. A perda de tecido ósseo também é maior nos homens.

Para garantir um envelhecimento saudável, reduzir os riscos de lesões e problemas como a osteoporose a recomendação é realizar acompanhamento médico frequente. “O processo de envelhecimento é inevitável, mas alguns cuidados como alimentação adequada, prática de exercícios e acompanhamento médico garantem mais qualidade de vida e menos problemas de saúde na terceira idade”, finaliza Reichmann.  

Publicidade



Publicidade